Versinho pra domingo


A festa acabou
e tanto faz se teu sorriso não veio,
se o abraço não veio,
se o domingo de sol não veio.

Porque você esta na minha rima,
no meu escândalo,
nos meus discos, sonetos e porres.
Em todos eles.

E até aonde não combina,
você está

no chorinho da minha cachaça.
No avesso do meu verso.
No refrão da minha loucura
e do meu bolero.

Mas festa acabou
em um domingo de sol.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s