Lucas

Ele meche em tudo. porque ele é uma criança, e não tem medo de errar. se for uma bolha radioativa, ele vai pegar e dizer: “olha, um vagalume”.
Porque ele gosta de frio, tem um pijama listrado com cheiro de varal e sorri fechando os olhos. Sem saber que tem um jeito de sorrir, capaz de derreter o pólo norte.
Porque ele é tímido, e ri quando eu fico brava. Depois me olha brincando, com aquele bico desse tamanho, e esperando eu me sentir um monstro por ter brigado com uma criança tão boazinha. Porque ele gosta de cheiro, e quando fica bêbado, liga e pede pra eu não desligar, por favor.
Porque ele canta, chora, fuma e toca viola, que é pra distrair a indecisão. Porque ele gosta do vento na cara, e faz sempre a mesma cara de dúvida, levantando uma sobrancelha.
Porque ele é uma criança, que gosta de brigadeiro com filme, faz pirraça e me abraça grande, quando eu repito que ele tem uma cara de besta. Porque ele é feito de tudo o que eu sinto. e de tudo o que eu nunca vou sentir.
Porque ele é simples de mais pra ser explicado, por quem enxerga complicado. e se complica. pra te facilitar. Porque ele tem um cabelo com cheiro de chuva, um brinquedo velho, e toca lá no fundo. Aonde só criança alcança.

Anúncios

Um comentário sobre “Lucas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s