Dublado.

Hoje não é dia. nem de dia é dia. porque pulou pra fora do calendário.
e ninguém viu. o dia fugir ontem a noite.

então eu fico comendo brigadeiro e vendo amélie poulain.
dublado mesmo. porque isso não me chateia hoje. nem desgosto. de gosto.. só o do brigadeiro. outras vezes nem isso.
As vezes é muito tempo. em câmera lenta. legendado. disfarçado. amaldiçoado.
Tudo que eu cozinho queima.

todos os dias meu café esfria. minha saudade mata. meu silêncio grita.
minha gaita enferruja. meu travesseiro sonha. minha fome come. meu menino some. por trás do allstar verde.

mas deixe. que tudo da cozinha se queime. que a geladeira fique aberta. que o dia fuja. pra onde não existam relógios.

ainda tem brigadeiro. e amélie poulain.

Anúncios

11 comentários sobre “Dublado.

  1. Não conheço ninguém mais Amélie Poulain do que você. Essa coisa que ela tem de “pequenos prazeres”, lembra-me de ti dizendo “pequenas coisas marcelo. pequenas coisas.” então, você sorri.

  2. Saia correndo. Brigadeiro e filme dublado combinam demais com uma tarde preguiçosa de sábado!
    A Amélie Poulain o que queria…
    Grite para o silencio, esquente o café e vá imediatamente matar essa saudade!

  3. Aí!!!

    Mesmo q. o dia se arraste, a saudade grite, a comida queime, que a voz de Amélie seja dublada… que o moço de all star verde esconda-se…
    ainda tem as palavrinhas que vão dando poesia a tantos ‘mesmos”…

    gosto da leveza q. me dá quando meus olhos vai seguindo suas frases tão soltas e delicadas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s