segunda-feira

Hoje fiquei aqui, escrevendo lamentos, tão doces como a tarde quente que fez os pássaros da minha janela voarem para longe do barulho. O barulho rouco, das letras apressadas, digitadas com a força de quem sente.
Era só uma máquina de escrever, e aquele barulho ainda martela meus ouvidos, faz doer os dedos. Máquina antiga, presente da velha professora. E nunca foi “máquina”.

Hoje fiquei aqui, sozinha, com meu café sem doce, frio, e ainda sim, descia queimando a garganta, e todos os meus órgãos podres.
Que nunca tiveram medo do fogo.
 
Não penso, não sinto, não sei.
Porque de tanto bater, o coração pára. O Cronômetro zera, a pressa passa. Paciência desespera. Eu gosto do gasto.
E me gasto tanto.

Anúncios

Um comentário sobre “segunda-feira

  1. SABE DO QUE EU GOSTO MAIS??
    DO JOGO DE PALAVRAS QUE TU FAZ..
    TRANSMITE UM SENTIMENTO DE PULSAÇÃO, QUE DEIXA A LEITURA MAIS VIVA. TU SABE!
    ORA PRA QUEBRAR, ORA PRA RELAXAR..
    É MTO FACIL E BOM DE LER TEUS TEXTOS!!
    EU GOSTO DO GASTO!
    E GOSTO MESMO!!!

    BJÃO XARÁ!!!

    DESCULPE O CAPS LOOK!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s