09º C

Quase 6. Nem sono, nem fome, nem futuro, nem saída. Sem nexo, sem tédio, sem rifa, sem quermesse. Muita estrada pra pouco pão, muitos textos… e hoje não.

Ainda me entorpece a poeira da cidade fria. Aquela parada no tempo. Talvez fosse a terra do nunca, disfarçada entre colinas. Ou só uma rima besta antes do bingo.

A lembrança embaçada pelo frio, os passos leves de quem anda sobre o tempo. o pó. do que foi, do que vai ser. do café. Fé. pauta. retranca. tranca. fecha. aperta. E lá vai mais um pobre coração vagabundo. pelo rio. pelo frio. pela ordem e progresso!

Eu tenho pressa, e tenho calma. Eu tenho raiva e saudade. Tenho um segredo. e ainda faz frio.

Anúncios

2 comentários sobre “09º C

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s